Lançamentos da editora Intrínseca em fevereiro

Lançamentos da editora Intrínseca em fevereiro
AMAZON MUSIC FREE
AMAZON MUSIC FREE
AMAZON MUSIC FREE
A editora brasileira Intrínseca, divulgou a lista dos seus lançamentos para o mês de fevereiro. São diversos títulos, dos mais variados gêneros, vale a pena conferir a lista.



Comparada a Agatha Christie, Stephen King e Hitchcock, Sarah Pearse apresenta novo suspense ambientado em um retiro de bem estar, com a protagonista de seu sucesso anterior, O sanatório. Localizada na costa da Inglaterra, a ilha, conhecida como Pedra da Morte, parece o lugar ideal para descansar, não fosse pelo seu passado sombrio a região já fora cenário de terríveis crimes cometidos por um serial killer, embora isso não seja suficiente para afastar turistas, sempre fascinados por sua aura misteriosa.



Sucesso absoluto no ano de seu lançamento, Contato de emergência retorna às livrarias brasileiras em novo formato. Na trama, dois jovens que não se conhecem começam a trocar mensagens de texto e constroem uma relação que mudará suas vidas para sempre. Penny tem dezoito anos e acabou de sair de casa rumo à universidade. Longe da mãe expansiva e do namorado sem graça, a jovem enfim poderá se dedicar ao sonho de ser escritora. Só não contava que essa nova vida traria também novos obstáculos pessoas, o maior pesadelo de qualquer introvertido.



Quais são as chaves para o progresso humano? Por que os padrões de vida são tão desiguais no mundo? De que forma todos os seres humanos podem prosperar e sobreviver? As respostas para essas três perguntas podem ser encontradas na nova obra de Oded Galor, um dos economistas mais respeitados da atualidade e que, em 2022, foi listado como um dos possíveis candidatos ao prêmio Nobel pelo jornal alemão Frankfurter Allgemeine.



No segundo volume da série de fantasia de R.F. Kuang, a vitória na Terceira Guerra da Papoula foi garantida e o inimigo derrotado. Porém, no Império Nikara, a paz é apenas uma ilusão. As províncias estão afundadas em miséria e destruição, prontas para retomar antigas rivalidades em conflitos locais por poder. A nação pode ruir a qualquer momento, e a esperança de salvá la reside, mais uma vez, em Rin, aquela que salvou o Império, cometeu atrocidades inimagináveis e usou seus poderes xamânicos para varrer a Federação de Mugen do mapa.



Não é novidade que nos valemos das plantas para inúmeros fins — alimentação, cosmética, remédios, fragrâncias, sabor, fibras —, mas, certamente, o uso mais curioso que fazemos delas é para alterar nosso estado de consciência, seja para estimular ou acalmar, provocar ou alterar as características de nosso cérebro. Mas o que será que faz uma substância ser considerada uma “droga”? Por que algumas são ilegais e outras são socialmente aceitas?



Em Os corações perdidos, a autora de Pequenos incêndios por toda parte, adaptado para série disponível no Prime Video, apresenta uma sociedade distópica onde asiáticos americanos são vistos com desprezo e desconfiança por seus vizinhos e pelo governo. Depois de anos de instabilidade econômica e violência, o governo dos Estados Unidos criou leis para preservar a “cultura norte americana”. Sob a justificativa de manter a paz e restaurar a prosperidade, as autoridades passaram a retirar a guarda dos filhos de qualquer pessoa que se oponha à nova legislação — especialmente as de origem asiática — e a forçar as bibliotecas a recolher livros considerados antipatrióticos.



Depois de apresentar aos leitores o chocante mundo das cirurgias no século XIX em Medicina dos horrores, Lindsey Fitzharris traz agora a fascinante história real de um médico pioneiro, que, com coragem e criatividade, mudou para sempre os rumos da cirurgia plástica. Sua história data do início da Primeira Guerra Mundial, época em que uma coisa era evidente a tecnologia militar da Europa havia superado suas capacidades médicas. Corpos eram desmembrados, retalhados e envenenados a uma velocidade impressionante, a ponto de os hospitais não darem conta e os sobreviventes ficarem espalhados pelo chão à espera de socorro.



Com o fim da ditadura militar, um grupo de jovens economistas formado nas melhores universidades do Brasil e do exterior assumiu um papel de protagonismo na formulação das políticas públicas no mais alto nível do Estado brasileiro. Inicialmente, o foco desses estudiosos da nossa realidade (entre eles, Edmar Bacha, Pedro Malan, Pérsio Arida e Gustavo Franco) foi o combate à hiperinflação.

Com a estabilização da moeda, sucessivas gerações de talentosos economistas (como Marcos Lisboa, Bernardo Appy, Ana Carla Abrão e Paulo Tafner) se voltaram também ao aumento da produtividade dos setores público e privado, à modernização e ao combate à desigualdade, entre outros temas vitais para a realização do sonho de uma nação mais justa, próspera e dinâmica. A Arte da política econômica é o relato pessoal e original de trinta desses brasileiros que ajudaram a formular algumas das políticas públicas mais impactantes da nossa história moderna.

AUTORES Amaury Bier, Ana Carla Abrão, Ana Paula Vescovi, Armínio Fraga, Bernard Appy, Claudia Costin, Cristiane Schmidt, Edmar Bacha, Eduardo Guardia, Eduardo Guimarães, Elena Landau, Gustavo Franco, Gustavo Loyola, Ilan Goldfajn, Joana Monteiro, José Márcio Camargo, Juliano Assunção, Maílson da Nóbrega, Marcílio Marques Moreira, Marcos Lisboa, Maria Silvia Bastos Marques, Murilo Portugal, Paulo Hartung, Paulo Tafner, Pedro Parente, Persio Arida, Ricardo Paes e Barros, Sandra Rios e Sérgio Werlang. Prefácio de Edmar Bacha, apresentação de José Augusto C. Fernandes e posfácio de Pedro Malan.



Google News

Lançamentos da editora Intrínseca em fevereiro - Gamer Point

Livros para ler em 2023: 14 lançamentos para conferir - DCI

Dança das cadeiras: mudanças na Skeelo, Flow, Companhia das ... - PublishNews

A Mandíbula de Caim: editora revela onde está resposta do livro-enigma - Metrópoles

Vendas de livro sobre a Boate Kiss cresce 127% após série da Netflix - Metrópoles

Yuri Antigo - Copa, Vogue e Narcisa: os bailes elegantes que vão agitar o Rio em fevereiro - Terra

Tragédia de Brumadinho vai ganhar série inspirada em livro de Daniela Arbex - TechTudo

Nós, “autores humanos” - Agência SAIBA MAIS

Annette Bening será a protagonista da minissérie baseada no livro ... - ArrobaNerd.com.br

Brigas e polêmicas em livro do príncipe Harry - Tribuna Online

Dívida da Americanas com editoras chega a R$ 85 milhões - PublishNews

Apanhadão: O temor das editoras de didáticos com a crise na ... - PublishNews