CEO da Binance dá dicas para investidores durante alta das criptomoedas - Livecoins

CEO da Binance dá dicas para investidores durante alta das criptomoedas  Livecoins

CEO da Binance dá dicas para investidores durante alta das criptomoedas - Livecoins

CZ recomendou que os investidores não coloquem todos os seus investimentos em uma única criptomoeda.

Changpeng Zhao (CZ), o CEO da Binance, a maior corretora de criptomoedas do mundo, deu algumas dicas sobre como os investidores devem agir durante um mercado em alta. Em uma postagem feita em seu Twitter nesse domingo (22), ele aconselhou que é importante adotar uma estratégia de gestão de riscos para evitar perdas desnecessárias.

As três dicas foram postadas justamente quando o Bitcoin alcançou o valor de 23 mil dólares e o mercado de criptomoedas ultrapassou a marca de 1 trilhão de dólares. A valorização de 30% do Bitcoin ao longo de 2023 foi um forte indicativo de uma tendência de alta no mercado de criptomoedas, e essas dicas de CZ vieram em um momento oportuno para aqueles que não sabem como aproveitar a situação.

Assim, enquanto o mercado de criptomoedas continua em alta, as dicas de CZ podem ser valiosas para investidores que buscam minimizar riscos no setor. A Binance, sob liderança de CZ, é considerada uma das mais respeitadas corretoras de criptomoedas do mundo, e essas dicas podem ser uma ótima maneira de seguir os passos de sucesso do empresário.

CZ alertou os investidores para não caírem na tentação do FOMO (medo de perder algo, na sigla em inglês) e comprar criptomoedas apenas porque estão em alta. Ele aconselhou que é importante fazer sua própria pesquisa e entender o que você está comprando antes de investir.

Além disso, CZ também recomendou que os investidores não coloquem todos os seus investimentos em uma única criptomoeda. Ele aconselhou a diversificar sua carteira de investimentos, o que pode ajudar a mitigar o risco de perda em caso de queda do preço de uma única moeda.

Apesar das dicas de CZ, ao final do tuíte ele afirma que não se trata de um conselho de investimentos.

— CZ ???? Binance (@cz_binance) January 21, 2023



O Bitcoin está sendo negociado por R$ 119.492,00 na manhã desta segunda feira (23), mantendo se acima de uma alta de quatro meses de US$ 22.000 em meio a uma recuperação mais ampla ao longo do primeiro mês do ano.

Após uma tendência de baixa prolongada em 2022, o preço acima da média móvel de 200 dias é um sinal de alta substancial para o mercado. Se os touros mantiverem o nível MA 200, a demanda adequada provavelmente retornará ao mercado e o sentimento de alta continuará no curto prazo.

Ao contrário de 2022, marcado por colapsos de criptomoedas e empresas, analistas estão esperançosos que 2023 será um ano de alta, com o Bitcoin voltando a recuperar preços não vistos desde 2021 e o mercado mais limpo de empresas que aplicam golpes nos investidores.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Livecoins é um portal de notícias sobre bitcoin, altcoins, criptomoedas, tokens, DeFi, metaverso, blockchain e tecnologias descentralizadas.



Google News

CEO da Binance dá dicas para investidores durante alta das criptomoedas - Livecoins

CEO da Binance diz que ciclos de baixa são bons para o Bitcoin - Livecoins

Token TWT dobra de preço após CEO da Binance recomendar Trust Wallet - Livecoins

“Não confie em ninguém” – nem no CEO da Binance, diz Jack Dorsey - Livecoins

Elon Musk faz criptomoeda disparar e desta vez não é Dogecoin - Livecoins

Mercado de criptomoedas pode sofrer o maior crash da história, diz Arthur Hayes - Livecoins

Fundador da FTX chama CEO da Binance de mentiroso - Livecoins

CEO da Binance diz que crash das criptomoedas está longe do fim - Livecoins

Primeiro comercial da Binance na TV tem Cristiano Ronaldo dizendo “To the Moon”, veja o vídeo - Livecoins

Startups de criptomoedas devem se preparar para consequências da FTX, dizem investidores - Livecoins

Escassez do Bitcoin aumenta e R$ 30 bilhões saem das corretoras, o que está acontecendo - Livecoins

Binance pausa saques e depósitos na rede BNB após hack de R$ 3.7 bilhões - Livecoins