Pfizer investe em DAO da área da saúde e criptomoeda dispara - Livecoins

Pfizer investe em DAO da área da saúde e criptomoeda dispara  Livecoins

Pfizer investe em DAO da área da saúde e criptomoeda dispara - Livecoins




A criptomoeda de um DAO disparou após sua equipe anunciar que recebeu recursos com grandes empresas, incluindo a Pfizer Ventures, primeira farmacêutica a entrar no setor de longevidade associada com a tecnologia blockchain.

O anúncio ocorreu na última segunda feira (30), quando o VitaDAO (VITA) anunciou que conseguiu captar 4,1 milhões de dólares com investidores.

Além da Pfizer, o projeto descentralizado captou recursos com a Shine Capital, L1 Digital, e outros DAOs do mercado. Entre as pessoas, investiram no VitaDAO Balaji Srinivasan (ex CTO da Coinbase e sócio geral da a16z) e Joe Betts LaCroix (Retro Biosciences).

De acordo com comunicado de imprensa, o VitaDAO declarou que “a Pfizer é a primeira farmacêutica a votar na proposta DAO (dentro da VitaDAO)“. Além disso, também participa da VitaDAO de muitas outras maneiras, incluindo dealflow, avaliação científica, incubação e comercialização.

“Temos o prazer de anunciar que fechamos uma rodada de arrecadação de US$ 4,1 milhões de membros estratégicos.”

???? We are excited to announce that we've closed a $4.1m fundraising round???? from strategic members including

• @pfizer Ventures• @ShineCapitalNYC• @L1Digital_• @beakerdao• @SpaceshipDAO• @balajis• @bettslacroixand many more

????https t.co vjPKmAP3Wh

— VitaDAO ???? (@vita_dao) January 30, 2023



Com o apoio da Pfizer e outras empresas, o VitaDAO promete lutar para melhorar a longevidade do ser humano, projeto na área da saúde que busca dar mais tempo e qualidade de vida para as pessoas.

Após a novidade da arrecadação de fundos, o token ethereum do VitaDAO disparou no mercado, valorizando 7% nas últimas 24 horas. No mês de janeiro de 2023, o VITA subiu 100%, com o principal volume sendo na corretora descentralizada Uniswap.

Em nota na Forbes, o representante da Pfizer divulgou que a ciência descentralizada chamou atenção da farmacêutica, principalmente em uma área que busca lutar contra a morte.

De acordo com Laurence Ion, administrador do Dealflow Working Group, o ano de 2022 provou que o VitaDAO tem um modelo de pesquisas promissor, que deve crescer muito com apoio de universidades.

“2022 foi um ano de grande sucesso para a VitaDAO, e a qualidade da pesquisa que vimos foi impressionante. Também vimos alguns de nossos projetos passarem rapidamente para o próximo estágio de desenvolvimento – como entrar em ensaios clínicos com Mantis Photonics e novos dados do Laboratório Morten Scheibye Knudsen da Universidade de Copenhague e do Laboratório Victor Korolchuk da Universidade de Newcastle. Isso provou ainda mais que uma comunidade altamente alinhada pode contribuir para o avanço da ciência e da inovação clínica na pesquisa da longevidade.”

Mesmo com o balanço ruim do mercado de criptomoedas, o VitaDAO conseguiu aumentar sua comunidade. Assim, alcançou mais de 9 mil entusiastas, pesquisadores e colaboradores.

Ao todo, mais de US$ 3,5 milhões chegaram a 15 projetos que pesquisam doenças do envelhecimento e reparação de danos associados ao envelhecimento.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Livecoins é um portal de notícias sobre bitcoin, altcoins, criptomoedas, tokens, DeFi, metaverso, blockchain e tecnologias descentralizadas.



Via Google News